Mais de 30 Casos de Dengue São Confirmados em Itaituba, no Pará

Em meio às lutas de combate à Covid-19, causada pelo “novo-coronavírus”, Itaituba adquire um novo problema a ser encarado: a dengue. Um boletim divulgado, na manhã desta quinta-feira, 02, pelo Setor de Endemias da Secretaria de Saúde, indica que Itaituba tem 38 casos registrados da doença. Fora esses casos, o coordenador de endemias do município, Eulison Braga, acredita que existam outros, porém não registrados.

“Infelizmente, esse registro é o número de pessoas que procuram a gente para fazer o exame… A gente sabe que, na realidade, esse número é bem maior (…)”. – Eulison Braga.

Eulison Braga, coordenador de endemias, cedendo entrevista à Rede TV Itaituba! Foto: Inácio Santos.

De acordo com Eulison, cerca de 34% dos casos de dengue, em Itaituba, originam-se a partir da água contaminada de lixos domésticos. Em contrapartida, os outros 26% dos casos têm origem em água contaminada de caixa d’água e outros recipientes destinados ao armazenamento de água em casa.

A preocupação do coordenador é grande no que diz respeito ao aumento do número dos casos de dengue em Itaituba. Por conta disso, os agentes de endemias estão desenvolvendo um plano de ação para combater a doença em todos os bairros do município.

“(…) acionamos os agentes de endemias para estarem, toda semana, em um bairro diferente do município.” – Disse o coordenador.  

Contudo, Eulison enfatiza que somente o trabalho dos agentes não é o suficiente para combater a doença. A colaboração dos moradores é necessária para se obter êxito nas ações de combate. Por conta disso, ele recomenda que as pessoas verifiquem onde tem água parada em suas casas e que elas as despejem ou cubram com tampa, para evitar a multiplicação do mosquito-da-dengue – o Aedes aegypti – o transmissor do vírus da dengue.

“Estamos com os agentes em ação, mas os moradores são os primeiros combatentes…” – Disse.

Ademais, o coordenador pede que as pessoas fiquem atentas aos sintomas da dengue e tomem os cuidados necessários para evitar complicações sérias no quadro de saúde e até mesmo a morte.

“Sentiu febre, dor de cabeça, dor no fundo dos olhos e no corpo, além de manchas vermelhas na pele, procure a unidade básica de saúde, pois pode ser dengue, zika ou chikungunya… Não tome nenhum medicamento ao sentir sintomas assim, porque se for dengue a situação pode complicar… Não se auto-medique!” – Finalizou Eulison.  

Texto: Inácio Santos // Imagem destacada: Newslab.

 222 total views,  1 views today

Inacio Santos

Inácio Santos é Técnico Agropecuário formado, desde 2017, pela Escola Estadual de Educação Técnológica do Pará - EETEPA/ITAITUBA. Atualmente, cursa, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará - IFPA/ Campus Itaituba, o 5º período do curso Superior de Licenciatura em Ciências Biológicas. É amante do Jornalismo, do ensino e da boa escrita.

Deixe uma resposta

Hora Mais WhatsApp Chat
Chame via WhatsApp